“Depressão, senta aqui. Vamos falar um pouco sobre ti.” – 5 dicas que ajudam no combate à depressão!

A Organização Mundial de Saúde, a respeito do Dia Mundial da Saúde (2017), escolheu como tema-chave a Depressão. Estudos recentes comprovam que a patologia é cada vez mais frequente na sociedade atual, devido aos factores externos desencadeadores de stress: família, amigos, trabalho, entre outros… Por ser cada vez mais comum já é apelidada, por muitos especialistas, como a doença do século XXI.

Hoje vamos dar-lhe 5 dicas que podem ajudar na luta contra a doença!

1. Diagnóstico como intervenção de 1ª linha!

Antes de tomar qualquer medida, é essencial procurar um profissional de saúde que auxilie na realização de um diagnóstico conciso, especializado e adequado à situação que está a vivenciar. Na presença dos sintomas que enunciaremos a seguir aconselhamos que visite, em primeiro lugar, o seu Médico de Família. Perante a sua observação, este realizará o encaminhamento para outro profissional que lhe fornecerá a ajuda que mais precisa.

Sintomas (mais comuns):

  • Tristeza e choro;
  • Ansiedade;
  • Sentimentos de culpa;
  • Dores nas costas;
  • Fadiga e cansaço;
  • Perda de interesse;
  • Insónias;
  • Falta de apetite.

2. Fale! Fale! Fale!

Uma das manifestações mais comuns, relacionadas com a Depressão, é o isolamento social. As pessoas tendem a preferir estar sozinhas, muitas vezes porque se sentem reprimidas, sem vontade ou incompreendidas. Por muito que lhe custe, saía. Ligue aos seus amigos e familiares (ou pelo menos atenda as suas chamadas!). Mesmo que não lhe apeteça sair todos os dias, aceite alguns convites dos seus entes queridos. Se não deseja estar com quem conhece, procure fazer amizades e explorar novos horizontes. Confraternize! Numa situação de urgência ou, simplesmente, para combater a solidão pode contar, 24h por dia, com a linha de apoio SOS Voz Amiga. A linha é composta por profissionais que o ajudarão em circunstâncias de crise.

Contactos:

  • 213 544 545 (16h-21h);
  • 912 802 669 (16h-21h);
  • 963 524 660 (16h-21h);
  • 800 209 899 (21h-24h).

3. Bem comer para bem se erguer!

A alimentação também tem um papel essencial nesta caminhada. Muitos, como já foi referido, perdem o apetite… Outros afogam a mágoa e a tristeza em comida pouco saudável, pouco nutritiva e pouco variada (o que para além de não contribuir para o objectivo, poderá traduzir-se noutras doenças!).

Em baixo descrevemos uma lista de alimentos que ajudam o organismo a sintetizar a serotonina e adrenalina (hormonas da felicidade):

  • Oleaginosas (nozes, amêndoas, castanha do pará);
  • Leite e derivados;
  • Frutas (especialmente a melancia, abacate, banana, tangerina e limão);
  • Mel;
  • Ovos;
  • Carnes brancas e peixe;
  • Hidratos de carbono complexos (exemplos: pão, cereais e arroz integral);
  • Aveia e centeio;
  • “Folhas verdes” (alface, brócolos, espinafre…).

4. O sol é o motor energético mais natural e eficiente de todos!

Outra tendência comum, na pessoa com Depressão, é o enclausuramento. Existe uma pré-disposição habitual para manter-se fechado, em casa, às escuras… Tente contrariar esse aspecto com os esplendidos dias de sol! Se preferir a cidade, fique na sua agitação. Se prefere o campo ou praia, aposte nisso. O que importa, efectivamente, é que deixe a luminosidade ocupar-se do seu cérebro. Isso ajudá-lo-á a relaxar e a criar uma faceta positivista em relação à vida e aos seus pequenos detalhes. Se estiver a chover? Saia também! Depois da tempestade vem a bonança (mantenha esta mensagem bem presente na sua memória!). Um dia cinzento é tão (ou mais) bonito do que um dia resplandecente.

5. Mantenha-se ocupado! A rotina “trabalho-casa-trabalho” não chega.

Uma das técnicas essenciais no combate à Depressão é o “manter-se ocupado”. Explore os seus gostos e interesses, use e abuse deles. Para os amantes da leitura: leia… Mas não o faça só em casa! Vá para uma esplanada e leve consigo aquela “bíblia” que mais quer devorar. Gosta de fazer desporto? Precisa de “abater uns quilinhos” até ao verão? Aposte no movimento. Inscreva-se num ginásio, ande de bicicleta, participe num complexo desportivo ou combine uma caminhada com aquela amiga que não vê há bastante tempo. Gosta de aprender? Inscreva-se em jornadas, conferências, cursos e outras formações. Não se desligue da sua evolução cognitiva e, enquanto luta contra a doença, arrase na sua área profissional!

Aos guerreiros com depressão: desejamo-vos uma boa vitória!

Qualquer dúvida ou questão mais específica, contacte-nos!

Anúncios

One thought on ““Depressão, senta aqui. Vamos falar um pouco sobre ti.” – 5 dicas que ajudam no combate à depressão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s